Buscar
  • marianadiascadastr

Por que você trabalha?

Atualizado: Jan 15


“Para ganhar dinheiro!” É majoritariamente a primeira resposta....


É claro que, em situações de muita restrição de recursos, as pessoas trabalham sim pelo dinheiro, para dar conta de sobreviver. E faz todo o sentido.


Mas aqui não me refiro a essas pessoas. Quero falar daquelas que, mesmo tendo sua sobrevivência garantida (lar, comida, segurança), ainda não enxergam no trabalho nada além de “ganhar dinheiro”.


Existe um senso ainda comum sobre trabalho carregado por gerações para os dias de hoje, e tem suas raízes, no formato que este tomou, na Revolução Industrial, onde a grande massa dos que trabalhavam nada mais eram do que peças da grande engrenagem do processo produtivo.


Nesta posição, nada era exigido do trabalhador além do seu esforço físico repetitivo e atenção para uma repetição exata de movimentos. Não havia espaço para criatividade, nem desenvolvimento técnico e intelectual. O trabalho nada mais era do que uma oportunidade de ganhar dinheiro e garantir a sobrevivência.


Mas eu posso te afirmar: mesmo que essas pessoas acreditassem que só estavam ganhando dinheiro, elas estavam passando por um processo ainda mais profundo: a construção de si mesmos.


Quando você trabalha, você faz algo mais do que apenas ganhar dinheiro, você constrói a sua IDENTIDADE.


Não é possível dissociar a construção de quem você é das influências das suas experiências de trabalho. Todos nós somos o resultado de todas as nossas experiências do nosso mundo interno e externo. Você está se construindo o tempo todo, esteja você consciente disso ou não.


Note que pessoas de gerações mais antigas tem posições mais conservadoras a respeito de trabalho. Pensam muito em estabilidade. Em manter um emprego. E esse conservadorismo acaba se refletindo na vida como um todo, adotando essa mesma posição conservadora em diversas outras situações da vida.


Muitos avós acreditam que seus netos não estão trabalhando, já que estão em casa. Não conseguem assimilar o home office. Porque trabalhar era ir para um espaço, realizar uma tarefa, e garantir a renda até a aposentadoria. Ainda, essas pessoas têm uma relação mais resignada diante de autoridades dentro de uma hierarquia. Foram ensinados a obedecer a ordens e jamais questionar um superior.


Todas essas experiências de trabalho da época moldaram características comuns a essas pessoas, e tudo isso moldou a forma de se relacionarem com outros, com o ambiente, influenciou na forma em que decidiram viver suas vidas. E claro, na educação que deram a seus filhos.


“Por que você trabalha? Responder a essa questão para além de ganhar dinheiro, é uma conquista.”

Prof. Marcelo Afonso Ribeiro


Se você tem um por quê trabalhar para além de ganhar dinheiro, então você se constrói de forma consciente, você sabe quem está se tornando. Você tem consciência das experiências que está vivendo e para onde está indo, e tem nas suas mãos o poder de escolha do que serve ou não serve para você.


Você tem o controle de quem está se tornando.


Mas se você só trabalha para ganhar dinheiro, então certamente está inconsciente sobre os impactos que seu trabalho está tendo sobre você. Sim, você está sendo moldado, está sendo construído... mas está à mercê das experiências, está à deriva, sendo guiado pelos desejos de outros, por pressões externas.


Você não tem autonomia sobre quem está se tornando, nem sobre sua direção.


Qual a importância disso? Bem... e se em algum momento você perceber que se tornou uma pessoa da qual não se orgulha, nem admira? E se você perceber que não se tornou a pessoa que realmente gostaria de ser? Isso é uma facada na autoestima, no seu bem-estar consigo e com a vida. Isso afeta diretamente a qualidade com que vive sua vida, afeta seu bem-estar emocional e físico, seus relacionamentos e, assim, um mal-estar se alastra para todas as áreas da sua vida.


Afinal de contas... do que se trata viver se não for sentindo-se bem e em paz consigo mesmo?


O trabalho também tem o poder de desenvolver habilidades técnicas, de relacionamentos, de exposição, etc. Mas isso só acontece de verdade se você estiver consciente do que está fazendo. Um trabalho mecânico, repetitivo e sem desafios não desenvolve. Cria estagnação.


Além disso tudo, o trabalho te coloca no mapa, em uma tribo, em uma causa....


E tudo isso você pode e deve escolher...

  • Que habilidades você quer desenvolver?

  • A que tribo ou causa você quer pertencer?

  • Quem você quer ser?


Para responder a tudo isso, você precisa saber responder a essa pergunta “Por que você trabalha?” para além da questão financeira.


Tem muito mais por trás da experiência de trabalhar do que você pode imaginar. E você pode usufruir de todas essas experiências com autonomia, tomando as decisões do que te serve ou não, ou você pode ser um mero acidente de acasos da vida.


Se hoje você só trabalha por dinheiro, recomendo que conquiste uma resposta melhor.


12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo